Depressão? Massagem ajuda você...


.



.
DEPRESSÃO
Sinônimos e nomes relacionados:
.
Transtorno depressivo, depressão maior, depressão unipolar, incluindo ainda tipos diferenciados de depressão, como depressão grave, depressão psicótica, depressão atípica, depressão endógena, melancolia, depressão sazonal.
.

O que é a depressão?
.
Depressão é uma doença que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa, deixando-a com um predomínio anormal de tristeza. Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, podem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens. Em crianças e idosos a doença tem características particulares, sendo a sua ocorrência em ambos os grupos também freqüente.
.

Como se desenvolve a depressão?
.
Na depressão como doença (transtorno depressivo), nem sempre é possível haver clareza sobre quais acontecimentos da vida levaram a pessoa a ficar deprimida, diferentemente das reações depressivas normais e das reações de ajustamento depressivo, nas quais é possível localizar o evento desencadeador.
.

As causas de depressão são múltiplas, de maneira que somadas podem iniciar a doença. Deve-se a questões constitucionais da pessoa, com fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais) somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos, como:
.

- Estresse
- Estilo de vida
- Acontecimentos vitais, tais como crises e separações conjugais, morte na família, climatério, crise da meia-idade, entre outros.
.

Como se diagnostica a depressão?
.
Na depressão a intensidade do sofrimento é intensa, durando a maior parte do dia por pelo menos duas semanas, nem sempre sendo possível saber porque a pessoa está assim. O mais importante é saber como a pessoa sente-se, como ela continua organizando a sua vida (trabalho, cuidados domésticos, cuidados pessoais com higiene, alimentação, vestuário) e como ela está se relacionando com outras pessoas, a fim de se diagnosticar a doença e se iniciar um tratamento médico eficaz.
.

O que sente a pessoa deprimida?
.
Freqüentemente o indivíduo deprimido sente-se triste e desesperançado, desanimado, abatido ou " na fossa ", com " baixo-astral ". Muitas pessoas com depressão, contudo, negam a existência de tais sentimentos, que podem aparecer de outras maneiras, como por um sentimento de raiva persistente, ataques de ira ou tentativas constantes de culpar os outros, ou mesmo ainda com inúmeras dores pelo corpo, sem outras causas médicas que as justifiquem.
.
Pode ocorrer também uma perda de interesse por atividades que antes eram capazes de dar prazer à pessoa, como atividades recreativas, passatempos, encontros sociais e prática de esportes. Tais eventos deixam de ser agradáveis. Geralmente o sono e a alimentação estão também alterados, podendo haver diminuição do apetite, ou mesmo o oposto, seu aumento, havendo perda ou ganho de peso. Em relação ao sono pode ocorrer insônia, com a pessoa tendo dificuldade para começar a dormir, ou acordando no meio da noite ou mesmo mais cedo que o seu habitual, não conseguindo voltar a dormir. São comuns ainda a sensação de diminuição de energia, cansaço e fadiga, injustificáveis por algum outro problema físico.
.

Como é o pensamento da pessoa deprimida?
.
Pensamentos que freqüentemente ocorrem com as pessoas deprimidas são os de se sentirem sem valor, culpando-se em demasia, sentindo-se fracassadas até por acontecimentos do passado. Muitas vezes questões comuns do dia-a-dia deixam os indivíduos com tais pensamentos. Muitas pessoas podem ter ainda dificuldade em pensar, sentindo-se com falhas para concentrar-se ou para tomar decisões antes corriqueiras, sentindo-se incapazes de tomá-las ou exagerando os efeitos "catastróficos" de suas possíveis decisões erradas.
Pensamentos de morte ou tentativas de suicídio
Freqüentemente a pessoa pode pensar muito em morte, em outras pessoas que já morreram, ou na sua própria morte. Muitas vezes há um desejo suicida, às vezes com tentativas de se matar, achando ser esta a " única saída " ou para " se livrar " do sofrimento, sentimentos estes provocados pela própria depressão, que fazem a pessoa culpar-se, sentir-se inútil ou um peso para os outros. Esse aspecto faz com que a depressão seja uma das principais causas de suicídio, principalmente em pessoas deprimidas que vivem solitariamente.
.
É bom lembrar que a própria tendência a isolar-se é uma conseqüência da depressão, a qual gera um ciclo vicioso depressivo que resulta na perda da esperança em melhorar naquelas pessoas que não iniciam um tratamento médico adequado.
.

Sentimentos que afetam a vida diária e os relacionamentos pessoais
.

Freqüentemente a depressão pode afetar o dia-a-dia da pessoa. Muitas vezes é difícil iniciar o dia, pelo desânimo e pela tristeza ao acordar. Assim, cuidar das tarefas habituais pode tornar-se um peso: trabalhar, dedicar-se a uma outra pessoa, cuidar de filhos, entre outros afazeres podem tornar-se apenas obrigações penosas, ou mesmo impraticáveis, dependendo da gravidade dos sintomas. Dessa forma, o relacionamento com outras pessoas pode tornar-se prejudicado: dificuldades conjugais podem acentuar-se, inclusive com a diminuição do desejo sexual; desinteresse por amizades e por convívio social podem fazer o indivíduo tender a se isolar, até mesmo dificultando a busca de ajuda médica.
.

Como se trata a depressão?
.

A depressão é uma doença reversível, ou seja, há cura completa se tratada adequadamente. O tratamento médico sempre se faz necessário, sendo o tipo de tratamento relacionado ao perfil de cada paciente. Pode haver depressões leves, com poucos aspectos dos problemas mostrados anteriormente e com pouco prejuízo sobre as atividades da vida diária. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental, mas o tratamento pode ser apenas psicoterápico.
Pode haver também casos de depressões bem mais graves, com maior prejuízo sobre o dia-a-dia do indivíduo, podendo ocorrer também sintomas psicóticos (como delírios e alucinações) e ideação ou tentativas de suicídio. Nessa situação, o tratamento medicamentoso se faz obrigatório, além do acompanhamento psicoterápico.
.

Os medicamentos utilizados são os antidepressivos, medicações que não causam “dependência”, são bem toleradas e seguras se prescritas e acompanhadas pelo médico. Em alguns casos faz-se necessário associar outras medicações, que podem variar de acordo com os sintomas apresentados (ansiolíticos, antipsicóticos).
.

Faça sessões de massagem anti-depressão regulamente...
.
Luiza
.
(FONTE: Pesquisa na Internet - Google)
.

*** MASSAGEM RELAXANTE ***
.
A massagem relaxante beneficia a flexibilidade e aumenta a circulação, e do ponto de vista psicológico criam uma sensação de bem-estar e alegria. A massagem relaxante anti-stress ajuda a acalmar o corpo e a mente.


Acalmar o corpo é acalmar a mente, e uma das maneiras de se obter isso, é através da massagem relaxante, que proporciona o relaxamento e o alívio do stress e das dores.

A massagem relaxante promove a melhora na circulação sanguínea, aumenta o fluxo de nutrientes, remove catabólitos e metabólitos (substâncias tóxicas das células) prejudiciais ao organismo, além de aliviar a dor e facilitar a atividade muscular.

Como é feita a massagem relaxante ?
.
Técnica aplicada na massagem relaxante através de movimentos suaves e firmes por todo o corpo, proporcionando relaxamento da musculatura e aliviando as tensões e stress. A massagem relaxante é aplicada com óleos ou cremes associados à aromaterapia, trazendo um efetivo bem estar e sensação de conforto e tranqüilidade.
.
Técnicas de Massagem Relaxante;
.

Massagem relaxante com Deslizamento;
.

Um movimento de alisamento é realizado com toda a superfície palmar de uma ou ambas as mãos na massagem relaxante. Quando realizado lentamente, o alisamento ajuda o paciente a relaxar. Este movimento também mostra-se útil na união das seqüências de outros movimentos.

Efeitos do Alisamento na massagem relaxante;
.
Os efeitos terapêuticos desssa técnica de massagem relaxante são gerados principalmente mediante um impacto mecânico direto nos tecidos, e reflexamente por meio do sistema nervoso sensitivo.
Pode ser obtido um relaxamento significativo, produzindo um efeito sedativo, que pode aliviar a dor e o espasmo muscular.

Massagem relaxante com Amassamento;
.
Amassamento é uma técnica de massagem relaxante em que os músculos e tecidos subcutâneos são alternadamente comprimidos e liberados. Durante a fase de pressão de cada movimento, a mão e a pele se movem conjuntamente sobre as estruturas mais profundas. Durante a fase de liberação (relaxamento), a mão ( ou mãos) desliza suavemente até uma área adjacente, e o movimento é repetido.

Efeitos do Amassamento na massagem relaxante;
.
Pela compressão e relaxamento alternados dos músculos nessa massagem relaxante , as veias (tanto superficiais como profundas) se esvaziam e enchem alternadamente. Assim, fica aliviada a congestão nos leitos capilares, e melhora o fluxo de sangue proveniente das arteríolas para os capilares.
O fluxo da linfa fica estimulado pelo mesmo mecanismo.
A administração de um amassamento vigoroso provoca vasodilatação na pele. A pele é mobilizada pelas manipulações, e isso promove sua elasticidade.

Massagem relaxante com Fricções;
.
As fricções são técnicas de massagem relaxante que consistem de movimentos breves, precisamente localizados e profundamente penetrantes realizados numa direção circular. Esses movimentos profundos são habitualmente realizados pelas pontas dos dedos, embora a almofada do polegar ou palma também possam ser utilizados.

Efeitos da Fricção na massagem relaxante;
.
A pressão profunda e contínua nos tecidos causa lesão local e libera uma substância similar à histamina e outros metabólitos que atuam diretamente nos capilares e arteríolas do local, causando vasodilatação. A magnitude da resposta depende da profundidade da manipulação e da duração da aplicação dessa técnica de massagem relaxante.
.

*** DOR DO NERVO CIÁTICO *** Saiba mais...
.

Saiba o que é a dor do nervo ciático, quais as causas, os sintomas, o tratamento e a forma de prevenção do problema.
.
A dor do nervo ciático é causada pela inflamação deste nervo, percorre a região da glútea e a parte posterior das pernas. Pessoas que ficam sentadas durante muito tempo, como motoristas de ônibus e táxi, são alvos preferenciais da dor do nervo ciático.
.
Isso acontece porque o fêmur, osso da coxa, pode comprimir o nervo ciático e provocar dores. Essa dor pode surgir também quando se está em pé ou caminhando e ocorre uma contração muscular que comprime o nervo.
.
Idosos e mulheres que usam salto alto com freqüência também estão mais propensos a ter a inflamação.
.
Uma das causa da dor do nervo ciático é a hérnia de disco, que é o deslocamento da substância gelatinosa que age como uma “almofada” entre diferentes vértebras que integram a coluna. Os discos formam hérnias por enfraquecimento, sobrecargas ou movimentos bruscos. Além da hérnia o problema também pode ser causado por uma afecção artrítica das vértebras ou um tumor.
.
Dores semelhantes às causadas pelo nervo ciático podem ser sintomas de outras doenças, o que exige consulta médica para o diagnóstico e tratamento adequado.
.
O primeiro sintoma é uma dor intensa ao longo de toda a extensão do nervo ciático, que, em geral, só desaparece quando a pessoa deita. Quando o ataque é forte, tende-se a contrair a região lombar e a dobrar a perna dolorida.
O repouso é o melhor remédio para a inflamação do nervo ciático. A dor também pode ser atenuada com uma postura que relaxe o nervo, como a flexão dos joelhos, como as costas bem apoiadas em uma superfície plana e moderadamente rígida. Os ataques do nervo ciático devido à hérnia de disco pode prolongar-se por várias semanas e, neste caso, o médico sugere repouso e, de acordo com a intensidade da dor, antiinflamatórios e compostos vitamínicos do grupo B. Nos casos de hérnia de disco, a alternativa é a cirurgia.
.
Os adultos, especialmente aqueles com problemas nas costas, devem evitar movimentos bruscos e não carregar peso. Os que pertencem a este grupo de risco podem fortalecer a musculatura das costas com exercícios suaves e controlados.
.
Também é recomendável o uso de sapatos confortáveis. O salto alto do calçado feminino tende a acentuar a carga do peso do corpo na região inferior das costas, e, por isso, o seu uso deve ser limitado.
.
Luiza
.

Postagens mais visitadas deste blog

NOVIDADE - MASSAGEM NURÚ

* COMUNICADO AOS NOSSOS CLIENTES E AMIGOS *

MASSOTERAPEUTA NAYARA - UNIDADE LOURDES